sábado, 20 de dezembro de 2008

A Grande Família

Marisa Sanches é a mãe, grande atriz, uma das pioneiras da Televisão e da teledramaturgia brasileiras, nascida a 8 de Abril de 1924, em Caconde, São Paulo, e falecida em 2002. Além de atriz, foi cantora, locutora, apresentadora. Morou nos EUA, onde participou da N.B.C., emissora de Nova Iorque, e onde conheceu o pai biológico de Débora, o músico Douglas Duke. De regresso ao Brasil, foi contratada pela TV Tupi, onde realizou inúmeros trabalhos marcantes ao longo das décadas de 50, 60 e 70. Casou com Lima Duarte quando Débora tinha um ano e oito meses de vida e teve com ele mais uma filha, Mônica.
Curiosamente, Débora diz que, em casa, apesar de serem todos artistas, nunca se falava de trabalho!


Débora e Marisa, em 1975, poucos dias depois
do nascimento de Daniela, a primeira filha e neta


Lima Duarte (Ariclenes Venâncio Martins) é o pai, lenda viva da teledramaturgia brasileira, nascido a 29 de Março de 1930, em Sacramento, Minas Gerais. Considerado um dos maiores atores do Brasil, consagrou-se também como diretor, tendo feito ainda trabalhos de dublador. A história da sua carreira confunde-se com a história da Televisão e da teledramaturgia brasileiras. Casou com Marisa Sanches em 1951, tornando-se o pai de Débora. Com ele, Débora diz que aprendeu uma certa maneira de olhar o mundo, essencial ao ofício de ator.
Felizmente, ambos contracenaram algumas vezes: em "Gutierritos, o Drama dos Humildes" (1964), "O Décimo Mandamento" (1968), "As Bruxas" (1970), "Pecado Capital" (1975) e "Porto dos Milagres" (2001). Tiveram ambos ainda participações especiais em "Partido Alto" (1984). Débora foi ainda dirigida pelo pai em "Beto Rockfeller" (1968).


Débora e Lima, nos anos 70


Daniela Gracindo (Daniela Sanches Duke Gracindo) é a filha mais velha, nascida a 1 de Junho de 1975. Filha de Débora com o ator Gracindo Júnior, Daniela herdou a vocação artística: atriz formada, é também diretora, produtora e roteirista. Tem percorrido todos os veículos: Televisão, Teatro e Cinema. Mais recentemente, produziu um documentário sobre o seu avô paterno, outro grande ator, Paulo Gracindo, intitulado "Paulo Gracindo - O Bem-Amado".
Débora e Daniela estiveram juntas em "Grande Pai" (1991) e na peça teatral "Com a Pulga Atrás da Orelha" (2003).


Débora com Daniela bebé


Paloma Duarte (Paloma Marcos Sanches Silva) é a filha mais nova, nascida a 21 de Maio de 1977. Fruto do casamento de Débora com o cantor Antônio Marcos, Paloma consagrou-se, já, como uma das grandes atrizes da sua geração. São filhas dela as duas netas de Débora, Maria Luísa e Ana Clara.
Débora e Paloma estiveram juntas em "Grande Pai" (1991), "Hilda Furacão" (1998), "Terra Nostra" (1999) e "Porto dos Milagres" (2001), sendo que em "Terra Nostra" tiveram os mesmos papéis da vida real, como as inesquecíveis Maria do Socorro e Angélica.


Débora com Paloma em criança


As duas filhas, Daniela e Paloma, são, sem dúvida, o grande amor e o grande orgulho de Débora, que se diz "uma mãe babada"...


Daniela, Débora e Paloma, no início dos anos 80







Débora com Daniela e Débora com Paloma, nos anos 90



Daniela, Débora e Paloma, na festa de aniversário de Débora em 2003



Daniela, Débora e Paloma, na estreia da peça
"Ladrão Que Rouba Ladrão" (2004), estrelada por Débora



Paloma, Débora e Daniela

O grande sonho de Débora é reunir esta grande família em cima de um palco ou na telinha: os quatro, Débora, Lima, Daniela e Paloma!

É o sonho de todos nós também!

Um comentário :

adryelly disse...

a eu adoro a familia duarte eu tenho tbm um orkut fake da familia duarte
eu amu mt mas mt mesmo e esse foto está linda


eu amu a paloma duarte bejoss
amu de verdade viu.....♥♥♥